domingo, 6 de junho de 2010

Infinito do céu

As vezes o tempo se fecha,as nuvens se escurecem,as estrelas desaparecem,a chuva começa a cair,os raios se estalam no céu,os trovões intimidam os pássaros que sobre voam a tempestade
mais nada é capaz de ser tão intenso quanto a imensidão deste céu que possa estar da maneira que for que sempre terá a maneira mais linda de se enxergar,entre esta imensidão vários fatos se ocorreram,fatos que não queremos nos recordar,enquanto outros queríamos poder voltar no tempo e repetir por várias vezes.
Enquanto a chuva cai vários rostos se encontram em um desejo louco de amar,outros se escondem,outros choram de dores,mais o céu não tem limites para nada,tudo há uma razão de voar ao infinito.Que se voe sozinho em a uma companhia mais que se voe alto sem limites.

Nenhum comentário:

Postar um comentário